Depressão no Inverno

Se você observa que na época do frio ou do inverno você fica de mau-humor, irritado, desanimado e muito mais cansado do que o normal, chegando a perder energia para realizar atividades corriqueiras, tem aumento de sono ou sonolência durante o dia e alteração do apetite para mais ou para menos, pode ser que faça parte de uma parcela da população que sofre da chamada Depressão Sazonal, a qual apresenta basicamente os mesmos sintomas da Depressão Clássica, contudo só ocorre quando as temperaturas baixam e o inverno chega.

A ocorrência é mais comum em países com invernos rigorosos e afeta mais mulheres que homens, de modo geral. Embora nessa época do ano, a procura por tratamento para depressão aumente significativamente.

Algumas teorias explicam que a falta ou diminuição de raios solares está diretamente ligada a essa alteração tão significante de humor, pois altera a produção de hormônios e neurotransmissores, como, por exemplo, a serotonina, que regula o humor, sono e apetite, e a melatonina, que em países com menos incidência de raios solares diretos, é mais produzida. Também não podemos deixar de observar que nessa época do ano a tendência é fazer programas mais caseiros, conversar menos com as pessoas, se dedicar a atividades solitárias, como a leitura de um livro, por exemplo, usar da internet como forma de se comunicar com amigos, ou seja, programas que de certa forma são mais solitários, introspectivos.

Além do grande relato de aumento de dores e problemas respiratórios, o que para algumas pessoas pode leva a uma sensação de desânimo ou mesmo à depressão. Antes de se auto-diagnosticar, observe se o que sente é apenas uma preguiça maior de fazer as coisas ou um desejo de ficar mais na cama (aqueles famosos 5 minutos) e se proteger do frio “lá de fora”, apesar de sintomas parecidos, não se trata de depressão.

Sempre o ponto para dizer que há um problema é a intensidade e o se há algum tipo de prejuízo na vida. Para aqueles que foram diagnosticados com a Depressão Sazonal, os tratamentos vão desde fototerapia (exposição do paciente a uma luz especial, sem raios ultravioletas), medicação específica e psicoterapia para aprender a lidar com os sintomas e as possíveis recaídas sazonais. Além de a psicoterapia ser uma excelente forma de desenvolver/melhorar o autoconhecimento dos pacientes, fator fundamental para elaborar estratégias de enfrentamento de problemas biológicos e psicológicos.

 Se sentir alguns desses sintomas acima descritos, consulte seu psicólogo e/ou psiquiatra!

Senão, não deixe de aproveitar tudo que o friozinho pode trazer de bom. O inverno é uma estação que dura 3 meses, considerado por muitos a "estação mais charmosa" de todas. Aposto que você ouviu falar dos famosos festivais de inverno, hein?

Invista em você!