O poder além da vida (2006)

O filme trata da história de Dan Millman, um ginasta jovem e talentoso, cheio de sonhos, que vive uma vida aparentemente perfeita: troféus, amigos, velocidades, belas mulheres, festas, embora tivesse uma “incompreensível” sensação de vazio, o que leva a noites de insônia.

Em uma dessas noites, conhece um homem muito “estranho”, que desperta as perguntas que no fundo ele sempre teve, dá–lhe o apelido de Sócrates e se aproxima a princípio para descobrir o segredo daquele homem tão singular. Apenas após sofrer um grave acidente, é que começa a enxergar e compreender o que esse homem tão singular lhe perguntava e queria ensinar.

Podemos ver várias lições no filme, como a ilusão que muitas vezes a vida parece ser, a busca de respostas, a dificuldade em se manter no caminho, a perseverança e a superação. Frases profundas são ditas, o que leva além do conhecimento, leva à sabedoria, dentre elas destacam-se: "Ser guerreiro não exige perfeição ou vitória ou invulnerabilidade. Ele é a vulnerabilidade absoluta. Essa é a única coragem de verdade"; "Conhecimento não é o mesmo que sabedoria. A sabedoria está em agir."; “O hábito é o problema. Só precisa estar consciente de suas escolhas e ser responsável por seus atos”; "As pessoas não são o que pensam. Elas pensam que são e isso lhes traz todo tipo de tristeza"; "Nunca será melhor.

Do mesmo modo que nunca será menos do que ninguém”. É um perfeito processo de aprendizagem por etapas, como as dos níveis de aprendizado e levam a um nível de autoconsciência maior para a conquista de objetivos. A relação entre os personagens é uma das mais bonitas e sinceras, que aborda momentos de cumplicidade, raiva, apoio, liberdade e parceria.