Mãos talentosas (2009)

O filme Mãos Talentosas narra a história real do Dr. Ben Carson, um renomado neurocirurgião norte-americano, que relembra a história da sua vida em um momento decisivo de sua vida, no qual barreiras internas e externas precisavam ser rompidas.

Dr. Ben foi o precursor da cirurgia para separação de crianças siamesas, nasceu em uma família pobre, temente a Deus, foi criado junto com o irmão mais velho pela mãe após a separação de seus pais. A mãe, uma figura de grande importância para ele, nunca se conformou que seus filhos tivessem uma vida como a dela, trabalhava em 2 empregos para sustentar a família e sofria calada suas dores emocionais.

Então, estimulou os filhos para desenvolverem ao máximo seu potencial, ensinando que tudo é possível para aquele que se esforça e que poderiam ser o que imaginassem. Fez de tudo para diminuir as desvantagens dos filhos, os ensinou o gosto pela leitura, apesar de ela própria não saber ler. Apesar do baixo rendimento no colégio e as zombarias dos colegas, Ben foi superando uma a uma as dificuldades, descobrindo seu potencial e suas habilidades, a arte, a música, além de sua enorme fé em Deus que o ajudou a dominar seu temperamento explosivo, frequentemente testado.

É muito claro no filme as 3 leis da sugestão de Emile Coué, a lei da atenção concentrada, do esforço contrário e do sentimento dominante, ou seja, Dr. Ben se concentrou no seu sonho, superou seus pensamentos negativos e aprendeu a controlar suas emoções e no momento crucial de sua vida, reviu os passos na sua trajetória de vida, desprogramando as limitações autoimpostas.