Conversando com Deus (2006)

O filme conversando com Deus conta a história de Neale, sua trajetória do aparente sucesso ao fracasso e a descoberta do que realmente seria o sucesso na sua vida, ou seja, descobrir e viver seu propósito de vida.

Através de perguntas a Deus que foram aos poucos sendo respondidas quando ele passou a enxergar o que Deus o estava mostrando. Nada era coincidência, tudo dependia dos seus olhos, do que ele quisesse ver e de como veria.

Depois de um acidente, perda de emprego, de um período que vive como sem teto, Neale, consegue aprender a primeira lição do filme: valorizar os amigos, através daqueles que ele conquista nas ruas. Logo, aprende a segunda lição: poderia decidir por mudar e como ser determinado mesmo quando as circunstâncias não fossem as mais favoráveis. Quando se recoloca no mercado de trabalho e volta a ter uma vida mais digna, mais uma vez se depara com a falta de controle sobre a vida, e como isso vem outra lição: como enxergar oportunidades. E só quando aprendeu a principal lição se libertou para seu propósito de vida: quando pôde conversar com Deus, em um diálogo de perguntas e respostas, ou seja, em seus momentos de relacionamento íntimo com Deus.

O filme é enriquecedor, porque a partir do momento que Neale aprende a fazer as perguntas certas e ouvir as respostas, ou seja, ver as oportunidades, “rios em desertos”, tudo se tranforma. É clara a relação que ocorre entre Neale e Deus.